quinta-feira, 1 de junho de 2017

O Revolucionário "Low Profile"

Guardem o nome: Zecharia Sitchin. Em 2/2/2014 falamos de uma entrevista dele na postagem A Outra História do sistema Solar . Agora complementamos com mais informação.
Depois dele a história do nosso sistema solar, do planeta e da raça humana vai mudar. Já está mudando. Só falta reescrever os livros.
Nascido em Bacu no Azerbaijão em 1920 e falecido em Nova Iorque em 2010, formou-se em Economia na London School of Economics na Universidade de Londres, mas o que ele gostava mesmo era de História Antiga, Arqueologia, Antropologia, Astronomia e outros bichos. Já falamos dele em outras postagens.
Foi um escritor de pelo menos 11 livros, alguns dos quais em pdf, que podem ser encontrados no site http://minhateca.com.br/Cronicas.da.Terra/Documentos ou em outros meios gratuitos. São eles:

  • O 12º Planeta
  • A Escada para o Céu 
  • O Livro Perdido de Enki
  • Guerra de Deuses e Homens
  • Os Reinos Perdidos
  • Gênesis Revisitado
  • O Começo do Tempo
  • Encontros Divinos
  • O Código Cósmico
  • O Fim dos Dias
Li e reli o "O 12º Planeta" uma pá de vezes, tal o volume de informação valiosa por cm² que ele apresenta. O autor defendeu uma explicação alternativa para a origem da humanidade. É pouco? E envolve uma versão da teoria dos "astronautas antigos" de Erich von Daniken e do Raelismo, teorias que inicialmente escandalizaram mas que hoje são as únicas coerentes após as descobertas no planeta inteiro. Eu me pergunto como é que o "stablishment" cultural oficial nunca aventou antes isso que ele afirma?
Ele atribui a criação da primeira cultura do planeta na conhecida Suméria, hoje Iraque, terra das Mil e Uma Noites que por si só já é uma das maravilhas da Criação. Isso graças aos "Anunnaki" (ou "Nefilim" do Velho Testamento cristão, os "gigantes" ou "anjos caídos do céu" cujo esporte favorito era correr atrás das terráqueas). Eram portanto um grupo que se misturou geneticamente aos hominídeos existentes na Terra. A mitologia grega  e outras falam disso o tempo todo através dos seus deuses e deusas do Olimpo que só faziam praticar esse esporte. Eles eram dados como expulsos de algum lugar ou "deportados", gigantes de uma raça extraterrestre mais evoluída e nativa de um planeta peregrino chamado Nibiru (ou planeta X, ou 12º Planeta, Hercolubus).           
Ele faz parte do nosso sistema solar percorrendo uma órbita excêntrica entre Marte e Júpiter, no sentido contrário da varredura dos outros planetas, o que atesta a sua condição de "forasteiro" aprisionado pela atração de Netuno, e passa perto do Sol (perigeu) aproximadamente a cada 3600 anos. Ele, Zecharia, afirma que toda a mitologia suméria é a evidência e prova disso. Por que? Como ele sabia?
Porque ele ajudou a referenciar e traduzir um lote enorme de artefatos cilíndricos sumérios de impressão manual (pai das impressoras offset de hoje) e tabuinhas de argila sumérias de milhares de anos atrás. Eram os livros quase eternos. Hoje estão guardadas, a maioria num museu na Alemanha, elucidando, além do sistema solar hoje conhecido, a história dos 3 ramos da humanidade que povoaram a Terra após o Dilúvio (Semitas, Camitas e Jafetitas, a partir dos 3 filhos de Noé) incluindo os povos herdeiros da Atlântida, o Egito, Ásia, Índia, Europa, África e América. De passagem ajudou a elucidar enigmas sobre temas até hoje obscuros tais como, entre muitos outros: 
  • Como se formou, evoluiu e se acotovelou o sistema solar desde o início a partir de Apsu, o deus Sol sumério? 
  • De onde veio a Lua, Plutão, Cinturão de Asteroides, cometas? 
  • Marte já foi habitado?
  • Porque a Lua mostra sempre o mesmo lado desde sempre e suas crateras são diferentes das dos outros corpos celestes?
  • Qual a ordem de "nascimento" dos planetas, influências recíprocas, etc.?
  • Porque são eles "deuses"?
  • Porque são sempre 12? 
  • Porque o 12 está presente em todas as teogonias e tradições inclusive a Astrologia e no sistema de medidas e contagem com seus múltiplos e sub-múltiplos?
  • Porque todas as tradições antigas e religiões do planeta sem exceção são tão parecidas até mesmo nos nomes dos personagens, deuses e heróis?
  • Porque os "deuses" sempre se misturaram aos homens?
  • Porque as tradições em suas inscrições em pedras nos templos falam e desenham naves que voavam, com armas incrivelmente letais, até mesmo atômicas, dilúvios, arcas de salvação, tudo a dezenas ou centenas de milhares de anos no passado?
  • Porque elas sempre vem dos céus (e vão) fazendo muito fogo, luz e barulho como os "vimanas" que eram naves espaciais antigas citadas nos Vedas, um dos textos mais antigos do planeta?
  •  Porque a evolução do equipamento biológico/antropológico do ser humano e da humanidade como conjunto não se deu lenta e uniformemente como seria previsível pela Teoria da Evolução de Darwin, mas claramente ocorreu em "espasmos" regulares sincronizados no tempo?
  • Fomos "importados" para a Terra ou fomos "criados por deuses" como diz o Antigo Testamento? Qualquer das duas teorias é diferente do que as coisas que a História nos conta.
Sério, claro, conciso e preciso, ele revolucionou os conceitos e conhecimentos de todas as áreas que abordou. Vamos falar muito do seu trabalho, afirmações e conclusões.
O mesmo rebuliço progressista que Champollion pai da Egiptologia causou na época de Napoleão com a descoberta da Pedra de Rosetta, ele Zecharia causa hoje com muito maior amplitude na história da raça humana e do sistema solar em que vivemos, a partir de tudo o que foi descoberto por ele, guardado hoje no Museu do Antigo Oriente Médio em Berlim entre outros.

Zecharia é um personagem obrigatório dos vídeos do Alienígenas do Passado do canal History Channel juntamente com os apresentadores e entrevistados de até maior visibilidade como Giorgio Tsoukalos, David Icke, David Wilcock, Nick Redfern, Nick Pope, Linda Moulton Howe, David Childress, George Noory e outros. São eles, a exemplo de Zecharia, figurinhas carimbadas com visões muito controvertidas em relação à visão comportada do rebanho que é a humanidade no mundo inteiro com relação a ovnis. 
Entre eles frequentemente aparece Stanton Friedman, um físico nuclear e pesquisador de ovnis americano-canadense que foi o investigador civil original do Caso Roswell. Friedman cultivou uma imagem de um "fora de esquadro", um cientista renegado, corajoso o suficiente para dizer ao mundo o que ele sabe sobre discos voadores. Ele passou o último meio século pesquisando reivindicações de casos de OVNIs, e sua conclusão é que "Alguns OVNIs são inteligentes controlados por nave espacial extraterrestre, e esta é a maior história do milênio ... Estou convencido de que estamos lidando aqui com um Watergate cósmico ", disse ele a AOL News.
Todo esse movimento sobre ovnis vem encontrar em Zecharia, um valioso pesquisador linguístico e antropológico, e dono de uma visão demolidora dos pseudo historiadores limitados pela visão medrosa do "status quo" e do classismo aristocrático dos cientistas que atravancaram e atrasaram o conhecimento da humanidade. Sem ele esse movimento não teria o apoio e as bases sólidas em que se apoia hoje. 
As perguntas corretas são então:
  • Se o fator ovni atesta que há inteligência alienígena por trás da evolução do planeta, de onde eles vieram para influenciar a humanidade? 
  • Como foi historicamente a chegada, a influência e os resultados sobre o ser humano?
  • Onde estão os registros históricos, sociais, culturais, religiosos e evolucionários dessa interação?
Zecharia dá o recado e reponde na sua obra. E vai fundo. Você pode (e deve) até duvidar quando começa a ler mas, se mantiver o intelecto aberto, focado, atento e interessado vai terminar diferente de quando entrou. Que bom que temos ele, um pesquisador corajoso que abre a sua mente para conciliar a ciência com o mágico. Um verdadeiro cientista.

Nota 1: Por que se chama " O 12º planeta"? Porque os sumérios consideravam o conjunto do sistema solar como 12 corpos celestes incluindo o Sol, a nossa lua, e um outro desconhecido por nós. Então na nossa contagem limitada são 9 planetas no sentido estrito em que usamos, ou seja, sem sol e sem satélite.

Nota 2: O Instituto Caltech da California noticiou em 2014 que "deve haver, pelos cálculos de 2 astrônomos seus, um 10º planeta com uma órbita elíptica enorme e inclinada a 30 graus da da nossa eclíptica". Vixe! 
Como dizia o Hugo Carvana, "se segura malandro"!