domingo, 27 de janeiro de 2013

Cura Energética


Há tempos atrás editamos um vídeo de Gregg Braden neste blog, com uma experiência tocante de cura energética num hospital chinês que harmoniza a ciência ocidental com a oriental de uma forma tocante e aparentemente milagrosa. Na época não recebemos muitos comentários. Então decidimos publicar a transcrição das legendas originais do vídeo para o português, gentilmente cedida por uma amiga portuguesa de Lisboa, como uma forma de lembrar e motivar as pessoas a assistirem esse vídeo no blog ou no YouTube. É imperdível. Vamos lá:

"Quando nós temos um sentimento no nosso coração, nós estamos criando ondas eletromagnéticas dentro do nosso corpo, que se estendem para além do corpo, para o mundo que nos rodeia. E o interessante nisto é que a pesquisa mostra que essas ondas se estendem, não só um metro ou dois, mas muitos quilômetros para além de onde o nosso coração fisicamente reside.
Então agora, dentro desta sala... esta sala está tendo um efeito na Itália para além deste edifício! Para além destas paredes! E verão que quando muitas pessoas se juntam com um único sentimento, muitos corações se reúnem e expressam um único sentimento, isso pode mudar o mundo e vocês vão ver o quanto. Mas isto é um "milagre" só até nós entendermos a ciência. A partir daí deixa de ser um milagre e passa a ser uma Tecnologia. Uma poderosa tecnologia interna.
Então o filme... este filme foi feito num hospital “sem medicina” em Pequim, China. Nada de medicina nesse hospital. (Eu gosto desse hospital!) Este filme mostra uma mulher a quem lhe foi diagnosticado um câncer na bexiga. Um tumor com 7,6 cm de diâmetro na sua bexiga. E médicos ocidentais dizem que nada podem fazer. Eles dizem: Nós não a podemos ajudar.  Então ela foi para uma clínica na China, onde eles pensam de modo diferente, e eles aplicam a tecnologia da sabedoria antiga, que é a mesma da ciência que ainda agora vimos.
Então o que vocês irão ver será o seguinte: estão lá três terapeutas...três pessoas treinadas para sentirem justamente o sentimento certo, um preciso e correto sentimento nos seus corações. Eles criam o sentimento como se a mulher já estivesse curada. Nós agora vamos olhar dentro do corpo dela, através de um ultra-som. Através de ultra-sons, nós podemos olhar dentro do corpo dela, e podemos ver o seu câncer desaparecer em três minutos. Na presença da “linguagem que cura”  Isto está fazendo sentido? Estão acompanhando? Faz sentido? Gostariam de ver? Ok. Ainda bem! Então o que irão ver, é a mulher, está acordada, ela está consciente, ela não está anestesiada, ela acredita no processo, ela acredita no que está acontecendo. E estão lá três terapeutas, que estão treinados para criarem o sentimento no corpo deles, como se a mulher já estivesse curada. E no monitor do computador, nós iremos ver duas imagens: uma imagem é anterior ao tratamento e a outra imagem é em tempo efetivo, tempo real, para que possamos ver a cura acontecendo. E enquanto a cura está acontecendo, vocês ouvirão o canto dos praticantes. Uma palavra. E quero que saibam, que não há nenhuma magia na palavra. Podia ser uma palavra qualquer. Mas esta é a palavra que eles escolheram, que os reforça, que lhes dá o sentimento. Então eles combinaram, que esta seria a palavra, que iria fazê-los criar o sentimento. Mas poderia ser outra palavra qualquer (quero que saibam isso). Expliquei isto agora, e voltarei a explicar novamente à medida que formos avançando no filme.
Durante oito anos o Centro foi bem sucedido no tratamento de mais de 180 casos de doença incluindo o câncer da bexiga. Ela está acordada está consciente. Estão três terapeutas atrás dela. E aqui está o tumor, mesmo aqui. O preto é o vazio dentro da sua bexiga. Este é o tumor. E eles tiraram um instantâneo para referência. Um instantâneo agora.(lado esquerdo) Este é o tempo real (lado direito do monitor) Este é agora a referência. Este é o tempo efetivo. Ok. São 2 minutos e 40 segundos. 2 minutos e 40 segundos. Isto aqui do lado esquerdo é a referência do tumor. Do lado direito, o tumor desapareceu.
No pensamento ocidental, a ciência moderna diz que isto é um milagre. Porque eles não compreendem o campo que conecta tudo. E eles não entendem a linguagem que comunica através desses campos. A partir do momento que a entendemos, isto deixa de ser um milagre. Isto é uma tecnologia. Ouçam o canto... "oah-sa sa sa sa..." A palavra que eles estão usando, traduzida significa "já aconteceu", "já está feito". Nas sua mentes e nos seus corações, eles estão vindo do local onde a cura já aconteceu. Não é que vá acontecer... nem que está prestes a acontecer... ou que é um longo e lento acontecimento... mas JÁ ACONTECEU! E isto é importante, porque o campo energético, que estamos prestes a discutir, é um espelho. Um espelho que reflete os nossos sentimentos acerca do que estamos experienciando no momento. Então, se a nossa crença que a cura "está prestes a acontecer" ou que "qualquer dia" teremos uma relação perfeita, ou que a nossa riqueza no banco acontecerá "qualquer dia", o campo ficará refletindo "qualquer dia", "qualquer dia", "qualquer dia"... porque é uma incógnita, não há uma saída, não há uma conclusão.
Isto é um modo muito subtil e poderoso de compreendermos como este campo funciona. Este campo que iremos discutir agora: a Matrix Divina, é um campo que espelha o "agora". Não no futuro, não no passado, mas ESTE momento. Então o que escolhermos para experimentar na nossa vida temos em primeiro lugar que o sentir no coração, como se já tivesse acontecido. E isto é uma coisa que acontece a todo o instante, nesta parte do Mundo. Não é só durante uma cura. Eles fazem isto o tempo todo. Mas quando a ciência ocidental vê isto, isto deixa de fazer sentido, porque a ciência ocidental diz que as nossas crenças, os nossos sentimentos e as nossas emoções não têm qualquer efeito no mundo exterior aos nossos corpos.
Mas nós sabemos que isso não é verdade. As experiências que mostramos antes do intervalo, as três experiências... o que elas mostraram é que o DNA humano tem efeito direto no nosso mundo físico; Segundo: eles mostraram que as emoções humanas mudam o DNA, e que por sua vez mudam o mundo físico. E está acontecendo porque há um campo que está ligando tudo. A Experiência sugere que a Matrix de Max Planck, esta Matrix, é o conduto.
A idéia de que tudo está conectado, é uma idéia muito antiga. Até na ciência, em finais de 1800, se acreditava que havia uma invisível teia de energia que conectava tudo. Isto nos anos 1800! Os cientistas estavam muito envolvidos neste debate, extremamente controverso, sobre a existência ou não deste campo. Houve uma experiência que se tornou muito famosa, que foi conduzida para determinar se o campo, chamado de campo etérico, realmente existia.
No ano 1887, a famosa experiência de Michelson-Marley foi concebida para desvendar de uma vez por todas se o campo etérico está aqui, ou não. Sim ou não? O campo existe ou não existe? Na minha opinião foi uma boa experiência, contudo, foi mal interpretada. Por uma centena de anos, a nossa ciência tem-se baseado numa crença que está incorreta! Agora (isto é muito interessante), 100 anos depois, em 1986 a força aérea dos Estados Unidos repetiu aquela experiência.
Em 1986 a força aérea dos Estados Unidos replicou a experiência de Michelson e Marley, e publicaram o resultado na prestigiosa revista Nature, a revista científica Nature. O que eles descobriram foi isto: Repetiram a experiência com bom equipamento, bem mais avançado. A conclusão foi que o campo existe! Eles descobriram que o campo está efetivamente lá! Isto foi publicado em Agosto 1986, revista Nature - volume 322. Eles disseram: “ah... o campo está lá!!!” E não só o campo etérico está lá, como tem as medidas exatas que Michelson e Marley previram 100 anos antes. Eles só não tinham o equipamento para desvendar isto. Agora pergunto - porque é que nós não temos conhecimento disto? Isto deveria ter sido capa em todas as grandes revistas e jornais. Isto deveria ter sido manchete no noticiário da CNN ou do Sky! Mas isto muda tudo para os cientistas, pois todos os manuais dizem que o campo etérico não está lá. Carreiras inteiras estão baseadas na inexistência deste campo. E agora o campo está lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário